Obs: Janela

Para entender esse texto, clique aqui





Eis que ela, novamente, em frente àquela janela, sente uma brisa. Um cheiro que lhe é agradável demais. 
Sentiu medo. Medo de ser expulsa, medo de torcer o pé ao pular a janela. Medo. Um medo genérico, sabe-se lá de que. Contudo, a própria janela se abriu, e parecia-lhe convidativa. Quase podia ouvir umas palavras sussurradas dizendo ''vem'' ao pé do ouvido. Resistiu... Hesitou... Mas não por muito tempo.

O clima lá fora era agradável, sol, mas não muito calor, sombras agradáveis embaixo das árvores, um campo de margaridas e girassois. Um ventinho gostoso que fazia a cortina de flores voar, quase que numa dança sensual inocente. De repente, bateu um vento mais forte, ela fora abraçada pela cortina, de uma maneira delicada, e foi como que empurrada para a janela, dessa vez, sussurros mais audíveis... Vem... 
E foi. Foi ainda receosa, mas aos poucos, aquele novo cenário foi se mostrando seguro, apesar de muitas das árvores serem apenas mudas e algumas plantas; ainda brotinhos em crescimento, já tinham raizes fortes, e sabiam o que queriam. Acho que isso foi o que mais a encantou naquele campo.

Achou esquisita essa coisa de mal sair do lugar, e o cenário caminhar. Não vira o campo árido ir embora. Simplesmente esquecera. E quando menos esperava, a janela estava lá, novamente, com luzes nas frestas... Justo agora que ela pensava em comprar uma persiana para fechar todas as entradas de luz. Queria estar só. Mas que campo mais invasivo! Que ousadia! Que audácia! Que delícia!

Agora, todos podem vê-la no campo. Pendurou um balanço em uma das árvores e lá está. Cada vez balançando mais alto, e a cada descida do balanço, um frio na barriga, uma sensação boa.

Medo? Que é isso?

11 comentários:

Picles disse...

A melhor sensação do mundo!

To feliz por você ter aberto a sua janela, lelê!!

beijoooo

Carol disse...

Noooooooffa!!!
Que delícia de ler esse texto!!!
é seu???
Congrats baby!

não é a toa que é a minha amiga!!! rs

Beijinhos

ya disse...

Parabéén Lelê...
É ótima a sensação de "abrir a janela" não?!

Aproveite esse momento!!

Beijinhooos *

Vitor Blessa Anselmo. disse...

Portas e Janelas ficam abertas pra sorte entrar..imediatamente lembrei dessa música..e que essa sensação dure por muito e muito tempo.!

Celso aquino disse...

Que post gostoso! E você escreve muuuuito bem. :)

Camila M. disse...

Ninguém sente a brisa se abrir apenas uma fresta...

Renan.Pires disse...

Que esta sensação dure todo tempo que merece, pra sempre!
Que na primavera esse campo tenha muitas flores, perfumes e borboletas. No verão o sol pra iluminar. No outono muitos frutos maduros e que os galhos que secarem possam virar uma fogueira pra te aquecer no inverno.

@diegofavero disse...

se é pre ver feliz, que vc balance mtoooo e abra tudo de uma vez ;)

Celso disse...

E eu linkei você ao meu novo blog - veja: http://viajarpode.wordpress.com/

Anônimo disse...

Janelas são assim, elas abrem e fecham em um sentimento de pavor e desejo, quando se menos espera elas levam de si todo o ar deixando apenas o calor que entra pelos seus espaços abertos, trazem uma felicidade repentina e deixam um vazio inesperado mas por pouco tempo até se ouvir um outro sussurro inspirando seu intimo a borbulhar como champagne em um copo, Ah as janelas, elas são assim profundas e lindas mas ao mesmo tempo mortais e sombrias... Sempre tome cuidado ao se esgueirar por uma JANELA!

Josiane Caetano disse...

Usei a brisa da sua janela para ilustar o meu último post, espero que não se importe. Também espero que não se importe se eu ler de vez em quando os seus textos, achei- os muito bonitos!