À espera


Já reparou como esperamos?
O metrô, o ônibus, o aumento, esperamos pela carta, pela palavra, pela festa. Esperamos, esperamos e esperamos pela Pessoa-Certa. Aquela da primeira vez, buquê de flores e chuva de arroz.
A pior parte da espera é o que vem junto com ela. Pensamentos. Ansiosos, medrosos, confiantes. Céus! Como pensamos! Mas não nos damos conta de que não adianta apenas pensar e esperar. Se ficarmos assim, pensando, o tempo passa por nós, vai-se embora, e sem percebermos, ficamos para trás, como velhos pensamentos que nossos avós têm, quase em sépia.
Pensar é preciso; esperar nos torna resistentes; mas acomodar-se no sofá da sala de espera da vida, e fantasiar com o futuro, esperando que ele venha até você, esperando o sol ou a sortem é mergulhar nos pensamentos, esperando que o tempo, a traça da vida, corroa lentamente a sua capacidade.
.

8 comentários:

Picles disse...

Era tudo o que eu precisava ler neste momento!
obrigada...

saudades, fronha!

Camila M. disse...

Não devemos APENAS esperar!

Mas é preciso ter coragem para enfrentar.

Elton Dias disse...

To aqui no serviço, esperando liberar o sistema e você aparece me mostrando quão 'sépia' é este momento! rsss.

Concordo com teu pensamento, corra atrás que você é que faz a diferença!

beijo!

nando_slash disse...

E aí, vai aprender a tocar bateria, ou vai ficar esperando eu aparecer pra te dar aula?? ahuahau.
LÊ, parabéns, cada vez melhores os seus textos
Bjuu

mario disse...

aeeeee esperar o onibus barra funda na paulista aeeeeeeeeeeee
hahahahaha

Cincin disse...

Ah! Não gosto de esperar por nada... mas é assim mesmo, a gente vive esperando!!
Beijos flor!!!

Coelhinho da Páscoa disse...

Lelê, as fotos já estão disponíveis!
Estou esperando a sua cartinha.

beijos e boa Páscoa!

Picles disse...

Lelê!
escolhemos este texto pra usar na prévigília que iremos fazer no próximo fim de semana...
ai que orgulho...
bjios
até sexta